Quem subir ao navio-escola Sagres durante os dois dias em que estará aportado em New Bedford, nos EUA, vai entrar em território nacional. A viagem é patrocinada pela FLAD.

 

O MAGNÍFICO navio-escola Sagres da Marinha Portuguesa vai aportar em New Bedford, Estados Unidos, no próximo dia 9 de Julho, numa viagem de dois dias patrocinada pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD).

O Navio da República Portuguesa (N.R.P.) Sagres é hoje um símbolo nacional, um cartão-de-visita de Portugal, mas o apoio da FLAD a este percurso entre Long Island e New Bedford tem outras razões igualmente decisivas.

New Bedford é uma cidade do Massachusetts, um Estado com um Produto Interno Bruto na ordem dos 380 mil milhões de dólares e a dimensão da Suécia. Com o terceiro maior rendimento per capita, uma população na ordem dos 6,5 milhões e a capital em Boston (fundada em 1630), é o terceiro estado mais densamente povoado dos EUA. O seu Porto é o mais importante de todos os Estados Unidos da América em termos de valor transaccionado.

Na sequência da erupção do Vulcão dos Capelinhos, no ano de 1957, deu-se início a uma segunda vaga no movimento de imigração açoriana para esta região. A área consular de New Bedford compreende cinco condados (Barnstable, Bristol, Dukes, Nantucket e Plymouth) que compõem o sudeste de Massachusetts, com uma população de 1.291.014 habitantes, dos quais cerca de 136.000 serão portugueses.

A FLAD tem encontrado no consulado em New Bedford e na figura ímpar do cônsul Pedro Carneiro um aliado extraordinário na defesa dos interesses dos luso-descendentes, ou seja, de Portugal.

Para assinalar esta visita a New Bedford, foi preparado pelo Consulado de Portugal, com o apoio da FLAD, um assinalável programa de actividades que procurou congregar algumas das mais relevantes organizações luso-americanas locais, designadamente o Azorean Maritime Heritage Society, a Prince Henry Society of Massachusetts, o Center for Portuguese Studies and Culture, as Escolas Oficiais Portuguesas de New Bedford, Fall River e Taunton, o Clube de Futebol do Taunton Eagles, o Clube Madeirense SS Sacramento, bem como instituições norte-americanas locais como o prestigiado Museu da Baleia de New Bedford ou a Universidade de Umass Dartmouth.

Desta forma pretende-se que esta passagem do N.R.P. Sagres constitua uma verdadeira celebração luso-americana que reforce a relação de amizade entre os dois países que tem nas suas comunidades um dos mais importantes pilares.

Como se provou recentemente com o encontro a 19 e 20 de Fevereiro na sede da FLAD entre legisladores luso-descendentes e políticos portugueses – o “Luso-American Legislators’Dialogue” – é importante criar uma ponte de diálogo permanente entre os representantes luso-descendentes nos EUA e as autoridades em Portugal.

Como então referiu o presidente da FLAD, Vasco Rato, “a relação bilateral entre Portugal e os Estados Unidos está em fase de profunda mudança” e o encontro contribuiu para criar “entre políticos luso-americanos e autoridades nacionais, uma discussão franca, aberta, que defenda o interesse nacional e os interesses de ambas as partes”.

É neste contexto que a visita do Sagres se realiza. Quem subir ao navio-escola da República Portuguesa durante os dois dias em que estará aportado em New Bedford, entra em território nacional. Mas não só.

A mensagem que a FLAD pretende dirigir vai para além da comunidade luso-descendente: o navio-escola é, como já disse, um cartão-de-visita de Portugal e das empresas portuguesas, oferecido a todos os norte-americanos, num Estado como Massachusetts, centro económico, cultural e educacional da Nova Inglaterra, com um dinamismo reconhecido e indicadores de conjuntura acima da média nacional.

É a imagem de um País com uma longa e brilhante história, com uma economia em recuperação e de olhos postos no futuro,  que a FLAD quer transmitir a todos os norte-americanos, com a visita do N.R.P. Sagres aos Estados Unidos. Uma viagem de amizade luso-americana.

 

Em: Jornal i |por Miguel Vaz|30/06/2015