O turismo em Portugal já conquistou em 2013 mais do triplo dos prémios que em 2012, seja pelos destinos mais baratos, praias “maravilhosamente únicas”, um Alentejo “obrigatório” ou o pastel de nata como um dos melhores doces da Europa.

De acordo com os dados disponíveis até ao final da semana passada, Portugal somava quase 50 distinções em apenas nove meses, contra os cerca de 15 prémios que recebeu durante todo o ano de 2012. Distinções que animam o setor quando se celebra o Dia Mundial do Turismo na sexta-feira.

Entre as entidades que atribuíram os galardões, constam jornais como o The Guardian, New York Times e El Pais/Lonely Planet (editora), televisões como a norte-americana CNN, revistas como a Forbes, blogues como o Huffington Post, empresas e associações internacionais de turismo, ‘sites’ e imprensa especializada no setor.

Janeiro, agosto e setembro foram os meses das maiores conquistas, cabendo o primeiro prémio a três praias portuguesas eleitas pelo The Guardian “entre destinos mais baratos para 2013″. Mais tarde, em maio, a TripAdvisor concentrava a sua atenção na cidade algarvia de Lagos, onde considera situar-se “uma das dez praias ‘maravilhosamente únicas’ do mundo”.

No principal mês de verão, a CNN colocava o Guincho “no ‘Top 10′ das melhores praias de cidade da Europa” e o The Huffington Post considerava a Comporta como o “destino de eleição para os ‘verdadeiros’ europeus”. A Caparica também consta no ‘Top 10′ das melhores praias citadinas do mundo, segundo a Cheapflights.

Lisboa e o seu pastel de nata também afirmaram presença nas lista dos melhores, com o El Pais/Lonely Planet a colocar esta iguaria “entre a melhor doçaria da Europa”.

A capital do país foi uma das principais distinguidas quer por ser “o destino mais barato para 2013″, segundo a Forbes, um dos “destinos best-value da Europa”, de acordo com a Lonely Planet, o “2.º melhor destino europeu”, pela European Best Destinations, ou a “4.ª cidade mais bonita do mundo”, pela UCityGuides.

Mas não ficou por aqui. Alcançou ainda a categoria dos “dez destinos favoritos de turistas de cruzeiros”, de acordo com o inquérito a passageiros internacionais de cruzeiros 2012, e a liderança do top “Melhores Hostels em 2013″, segundo a Publituris/HostelWorld.

No geral, o turismo em Portugal marcou presença a nível internacional, com destaque ainda para o Algarve que a TravelSupermarket coloca nos dez melhores “destinos de férias de famílias em 2013″, o Alentejo considerado pela Condé Nast Traveler como “destino obrigatório” e o Douro eleito o “melhor itinerário turístico fluvial da Europa”, pelo The Huffington Post. A Ecopista do Dão foi ainda distinguida pelos Excellent greenways awarded at 6th European Greenways Award.

Mas não só, a Invicta junta-se também à lista dos prémios, sendo o Porto classificado pela Lonely Planet como “o melhor destino europeu de 2013″ ou situando-se na 28.ª posição em 46 locais a visitar este ano, de acordo com o New York Times.

Como país, Portugal é ainda escolhido pela Worlwide Holiday Costs como o “7.º destino de férias mais barato para britânicos”, sendo ainda considerado na Índia como “o melhor destino de arte e cultura”, segundo a Today’s Traveller Awards 2013/Publituris, e está no “Top 10″ da “preferência dos brasileiros para viagens de incentivo”, de acordo com o Turisver.

 

Em: “Jornal de Notícias”, Turismo em Portugal vive “ano de ouro” em distinções