TradiçãoRomarias

Romaria e Folclore Luso


Romaria é uma peregrinação religiosa a igreja, ermida ou lugar santo. A palavra “romaria” também encerra o significado de – festa popular e arraial festivo.

Todos os povos mantêm vivo na sua alma colectiva, e nas suas tradições mais ancestrais, o promoverem e vivenciarem as suas Romarias. Pertence pois ao mais profundo do âmago subconsciente de todo e qualquer Povo a sua ligação ao sobrenatural, quer este seja religioso ou pagão.

E os Lusos não fugiram a essa regra do social e do sobrenatural, e as suas gentes, e dentro de um ritmo mensal ou anual, imposto pelo ciclo solar ou lunar, e religioso ou pagão, relembram e revivem as suas Romarias, e com uma intensidade sempre de admirar e de festejar em sã alegria.

Não podia o “sítio da portugalidade” de referir, relembrar e de publicitar as principais Romarias do povo lusíada, quer elas sejam mais de raiz religioso (Romaria da Sr.ª da Agonia – Viana do Castelo, do Bom-Jesus e do Sameiro em Braga, da Sr.ª da Pena-Mondim de Bastos, da Sr.ª dos Remédios-Lamego, da Sr.ª do Socorro-Peso da Régua, da N. Sr.ª de Fátima em Fátima, da Sr.ª da Lapa-Celorico da Beira, da Sr.ª do Almortão-Idanha a Nova etc., etc., até às Romarias mistas ou mais pagãs como as de S. João no Porto ou das Vindimas em Palmela, ou das Flores em Campo Maior, ou no Funchal etc., etc.

Por isso, irão sendo publicitadas no sítio da portugalidade tais “romarias” e os comentários que a elas os lusos na diáspora queiram fazer, acrescentar e enriquecer, tudo em comunhão dentro da alma Lusitana.