As Festas Concelhias e de S. Bartolomeu, em Baião, terminam a 24 de Agosto. Realiza-se a a tradicional Missa Solene em honra de S. Bartolomeu. Posteriormente é a vez de o padroeiro de Baião ser honrado através da procissão que percorre as ruas da vila.

Irão decorrer uma série de acontecimentos que darão corpo à festa, que se prolonga até ao feriado municipal, 24 de Agosto, altura em que se celebrará o dia do padroeiro do município. O cartaz das festas é diversificado, mas privilegia as tradições locais e a participação das pessoas da terra.

A animação estará repartida por quatro pontos da sede de concelho – Praças do Município e D. Manuel de Castro, Avenida 25 de Abril e Posto de Turismo – transformando toda a vila de Baião num espaço de festa. Todos os eventos contam com entrada livre.

A festa é realizada em Campelo. Tem uma grande importância em toda a região no que diz respeito à feira de gado bovino, ovino e suíno, no dia 23 e, ainda, o cavalar no dia 24. Relevante, também, é a amostra agrícola e artesanal, o concurso pecuário e o cortejo do gado. Um dos acontecimentos mais ansiados da festa é a chamada Tourada da Vara Larga, costume muito antigo vindo da freguesia de Ovil. Existem, ainda, variadas diversões, roulottes de comes e bebes e vendedores de doçaria regional, enchidos e produtos de outros e uma noite de fados.

Destaque ainda para momentos emblemáticos destas festas, como a noite morta (22 de Agosto), em que romeiros e romeiras circulam durante todo a madrugada pela vila, movidos pela música e pelo vinho verde, Entre encontros de tocadores de concertinas e um festival das bandas de música que encerra a procissão em honra de S. Bartolomeu (24 de Agosto) ou o grande prémio de pecuário que junta centenas de cabeças de gado (23 de Agosto).

A organização está a cargo da Comissão de Festas e da Associação de Trabalhadores da Câmara de Baião, sendo apoiada pela Câmara Municipal de Baião.