Definição zoológica – pequenos animais, que como as sanguessuga têm corpo dividido em segmentos e anéis, razão porque se chamam ANELídios.

Nas minhocas, cada um desses segmentos contrai-se, de forma “INDEPENDENTE” o que permite a formação de “ondinhas” e de “ondas”!

Além disso, são seres tipicamente “subterrâneos”! Gozam à brava, e ainda por cima, o FISCO não os apanha.

As minhocas alimentam-se principalmente de matéria orgânica em decomposição”! por isso é que elas se multiplicam em progressão geométrica em solo luso-europeu.

As minhocas, costumam vir à superfície durante a noite para explorar as redondezas, e por saberem que não há polícias que as apanhem ou as denunciem.

Quando “o tempo e os ventos secos” não estão de feições para as minhocas, estas “enfiam-se na terra e ficam em estado latente até que “os tempos” melhorem.

Ah! Para terminar:

As minhocas são animais hermafroditos, isto é: macho e fêmea ao mesmo tempo, e as mais desprevenidas, ou abandonadas pela “previdência social”, são facilmente “alimento de inúmeros outros animais”.