Borrachinhos, papudos, sardões, passarinhas, ferramentas de São Gonçalo, o bolo de discos, que a senhora Rosa Maria faz em Arcos de Valdevez, os caladinhos, de Santa Maria da Feira… bem vindo ao mundo dos doces, muitos com nomes curiosos, e suas histórias, relacionadas com lendas, romarias e santos padroeiros, por exemplo. Cristina anda encantada por poder contá-las. E também os prova. Quando está em filmagens chega a visitar três doceiros por dia. A ela o açúcar não engorda, fá-la feliz. “O segredo é beber sempre muita água.”

Conheça aqui a história de Cristina que anda a fazer um inventário dos doces de Portugal.

 

Em Público