De 18 de abril até 28 de maio, a Galeria Arte Periférica, no CCB, apresenta a exposição ‘Pânico, Drama, Terror’ de Bordalo II.

No próximo sábado, dia 18, e até 28 de maio, estará patente no Centro Cultural de Belém (CCB) a próxima exposição individual de Bordalo II, ‘Pânico, Drama, Terror’.

E porquê este nome? Pelo “Pânico de nos tornarmos naquilo em que a sociedade quer que nos tornemos”, pelo “Drama de a felicidade da vida se resumir a interesses materialistas”, e pelo “Terror que se esconde por de trás das cortinas da verdade”, lê-se em comunicado enviado às redações.

Na base da exposição estará a sua a matéria-prima de Bordalo II, “fruto direto do consumismo doentio”: lixo e desperdício.

Um ano depois da inauguração da exposição ‘World Gone Crazy’, onde, lembra, “construí com o lixo da própria cidade algumas situações desenroladas na mesma”, agora em ‘Pânico, Drama, Terror’ a intenção é desafiar “os espectadores a entrar numa dimensão mais profunda”, onde “cria situações hipotéticas invertendo papéis, criando o cómico em acontecimentos vergonhosos”.

‘Pânico, Drama, Terror’ é inaugurada dia 18 de abril pelas 16h00 na Galeria Arte Periférica, no CCB, e mantém-se em exposição até 28 de maio.

Em: Notícias ao Minuto |14 de Abril de 2015 | Por Ana Lemos