Ingredientes:

  • 250 gr de arroz
  • 7,5 dl de leite
  • 250 gr de açúcar
  • 3 gemas de ovos
  • Casca de limão q.b.
  • 1 pedacinho de canela em pau
  • Canela em pó e sal q.b

Confeção:

Leva-se o leite ao lume num tacho.
Quando começar a ferver junta-se o açúcar,
o arroz, o sal, a casca de limão e o pauzinho de canela.
Assim que o arroz estiver cozido, retira-se do lume e deixa-se arrefecer um pouco.
Batem-se as gemas à parte, juntam-se em seguida ao arroz, mexe-se muito bem e leva-se a lume brando para cozer as gemas.
Serve-se em travessas ou pratinhos com canela em pó.

Nota:  O arroz tem que ser carolino. Usava-se um produto, infelizmente cada vez menos, a água de flor de laranjeira, ou a água de rosas, que tantos doces temperaram até ao século XVIII.

É o arroz doce que dá origem a uma das primeiras receitas conhecidas noutros países com a designação “à portuguesa”, (publicação em Madrid, 1611, a Arte de Cocina de Francisco Martinez Moutiño, e posteriormente na Toscana, no manuscrito Il Panunto Tosacano de Francesco Gaudencio (1648-1733).

Ingredientes simples e fáceis criaram uma grande variedade de receitas de arroz doce por todo Portugal.
Existem dois grupos de arroz doce: com ovo, e sem ovo.

Em: “www.gastronomias.com”