A Senhora da Peneda, em Arcos de Valdevez, é uma romaria que se realiza, todos os anos, entre 1 e 8 de Setembro.

O dia 6 de Setembro ainda é o apogeu da festa a que não faltam as cantigas ao desfio acompanhadas pelas concertinas.

Peneda era uma das «brandas» que o povo do Soajo tinha pela serra. O tombo de Castro Laboreiro em 1565, e ao falar da Peneda, menciona os nomes ermitão e rio do ermitão. Reza a História que foi neste sítio que apareceu a imagem da Senhora da Peneda ou das Neves.

Atualmente, a maior parte dos peregrinos fica nos cartéis que a Confraria transformou em Albergue de Peregrinos e ainda um remodelado hotel e restaurante.

No dia 2, é o Sagrado Lausperene, com o Santíssimo Exposto. No dia 6, tem lugar a procissão eucarística, às cinco da tarde, descendo a escadaria e voltando ao Santuário, com bênção dada do coro. A procissão das velas é a 7 de Setembro e, um dia depois, às 11 horas, tem lugar a Festa de Nossa Senhora da Natividade, com missa instrumental e procissão do «Adeus».

A animação da festa passa muito por música popular e calcula-se que serão várias as centenas de concertinas e cantadores ao desafio que, nas noites de 6 para 7 e 7 para 8, demandarão as terras da Peneda.

 

Em: “Festas e Romarias – Minho”