Ana Roque e João David Almeida juntaram-se em torno dos sons que o Fado trouxe até nós, levando-os até novas paragens, onde se cruzam diferentes linguagens musicais.

Nessa viagem que nos convida a uma outra escuta, sente-se o prazer do novo e ao mesmo tempo um certo conforto, ancorado nas melodias e nos poemas que servem de pulso às ruas de Lisboa.